Da ponte pra cá, da ponte pra lá

Por DAIGO OLIVA

Para aqueles que enchem os corações de melancolia por conta da distância de casa…

Nesta foto: Paris (e, projetada, Cingapura): Stephanie Chi-Weng Tsui, sua mãe Alexia Wai-Chun Tye e Pierre de Fouquet, companheiro de Alexia

O fotógrafo John Clang vive em Nova Iorque, mas é possível encontrá-lo ao mesmo tempo em Cingapura, com sua família.

Para suprimir as lacunas dos novos arranjos familiares, onde núcleos são desmembrados em favor de oportunidades de trabalho, estudos ou apenas aventuras longe de casa, Clang criou “Be here now”, uma forma de achatar as diferenças de quilômetros de separação em uma foto.

Usando o Skype, o fotógrafo projetou a imagem do programa de conferência em uma parede e então registrou todos os participantes juntos, promovendo a tradicional foto de família.

Independente da localização geográfica, estão todos presentes ali, naquela imagem, ligados de alguma forma.

Acima: Londres (e Cingapura): o casal Simon Milward e Jacqueline Lim com seu filho, Oscar Milward; a irmã de Jacqueline, Gwendoline Lim e, por fim, os pais de Jacqueline, Irene Lim e Cheng Hoe Lim

Abaixo: Nova Iorque (e Cingapura): o fotógrafo John Clang e seus pais, Ang Ching Seong e NG Gek Choo; seu irmão Joe Ang e, no detalhe, na janelinha do chat, Elin Tew, esposa de John

Nas palavras de Clang, em depoimento ao Design Boom, “‘Be here now’ aborda especificamente o fenômeno de diferentes fusos horários, as diferentes dimensões de nossas representações humanas, e como nós podemos finalmente coexistir, pixelados e bidimensionais”.

Para ver mais de John Clang é só clicar aqui.

O blog deseja que em 2013 todos possam ficar, pixelados, bi ou tridimensionalmente, juntos.