Entretempos

Imagens diluídas em diferentes suportes

 -

Editado por Daigo Oliva, editor-adjunto do Núcleo de Imagem da Folha, o blog aborda os diferentes suportes da imagem, com ênfase sempre na fotografia.

Perfil completo

Publicidade
Publicidade

Entre os muros invisíveis

Por DAIGO OLIVA

Como você chegou aqui? Quem está no poder? Onde você vai para ficar sozinho?

Pra fazer amor? Pra tratar os dentes?

Hospital psiquiátrico Rene Vallejo, em Cuba

“Ghetto”, livro de fotos da dupla sul-africana Adam Broomberg e Oliver Chanarin é uma viagem profunda.

Embora tenha sido lançado em 2003, pela Trolley Books, editora do já lendário Gigi Giannuzzi, a obra continua fascinantemente atual.

Trata-se de uma viagem por doze guetos modernos, partindo de lugares comuns como centros de readaptação social e hospitais psquiátricos até outros círculos que, mesmo mais aceitos, não deixam de constituir espaços isolados do resto do mundo.

Assim, juntando pessoas segregadas involuntariamente a outras que se encontram, por exemplo, em um retiro de lazer para aposentados nos EUA, “Ghetto” compreende um universo complexo, que só pode ser aproximado na mescla entre retratos e objetos que essas pessoas utilizam para seguir vivendo.

Não se trata de um livro que explica.

Retiro de lazer para aposentados, nos EUA

Um dos mais recentes trabalhos da dupla de fotógrafos, ex-editores da revista “Colors”, “War Primer 2”, também é um jogo psicológico. Fundindo imagens da Segunda Guerra, coletadas em jornais por Bertolt Brecht, com fotos atuais da “Guerra ao Terror” encontradas na internet, as sobreposições criam reflexões sobre o modo que produzimos e como entendemos conflitos de escala local em comparação ao que era chamado de guerra mundial.

Evoluímos? Nos tornamos mais cruéis? Que diferença faz as bombas de ontem e de hoje? E, afinal, como você chegou aqui? Quem está no poder? Onde você vai para ficar sozinho? Pra fazer amor? Pra tratar os dentes?

Plate 49, War Primer 2

Igualmente ao início deste texto, essas perguntas também foram feitas aos personagens presentes em “Ghetto”. As respostas podem ser as mais variadas possíveis, mas é muito provável que algumas delas sejam compatíveis, inclusive, com aquelas que muito de nós daríamos.

Quem é que está, de fato, preso em outra esfera que não aqui?

Para ver mais de “Ghetto” é só clicar aqui

Blogs da Folha