De Dentro #12

Por DAIGO OLIVA

O De Dentro dessa semana é da apresentadora de TV Renata Simões.

Em 2011, recebi um convite para passar um mês na África do Sul fazendo trabalho voluntário em diferentes locais: uma escola em CapeTown, um projeto com tubarões em Gansbaii e um parque de preservação de elefantes em Knysna. O parque recebe elefantes que seriam mortos ou que estavam em situações de risco e maus tratos. Ao todo, são doze animais que ficam soltos durante o dia e dormem num estábulo.

À primeira vista, parece que o grande negócio é conviver com os bichos: enormes, impressionantes, e tão sem resquícios no HD mental que só conseguia compará-los a vacas (pelo fato que pastam o dia todo), cachorros (todo elefante escolhe um humano a quem obedece) e cavalos (pela docilidade em montá-los e compreensão de regras).

Ao contrário dos três anteriores, os elefantes quando enfurecidos podem causar mais problemas, como comprovou Harry, o macho líder da manada, quando zangou-se com um dos tratadores e simplesmente o pegou com a tromba, jogou-o no chão e pisou nas suas pernas, arrancando-as. E os demais tratadores diziam que isso só aconteceu porque ele queria dar uma lição e mostrar quem manda.

Os funcionários do parque é que são o grande astral do trabalho voluntário. Eles vêm de países como Zimbabwe e Malawi (os homens) e de Knysna (as mulheres), pois o nomadismo tribal virou migração pela sobrevivência: todos os homens lidavam com os animais em seus países e foram a Àfrica do Sul pelas condições.

Contam das estórias de seus países e pacientemente tentam explicar as diferenças culturais. Ir ao jogo de futebol do time dos nossos guias foi uma experiência e tanto, principalmente porque a van/lotação é um capítulo a parte na tradição sul africana: no banco da frente apenas duas pessoas, no de trás e no porta malas, quantas couber.

Foi uma viagem em que cheguei muito triste e que o dia a dia mostrava situações mais difíceis e maiores do que o que eu sentia, na qual o tamanho dos meus problemas era sempre redimensionado. Gosto da imagem dos elefantes andando no parque logo de manhã. A foto foi feita às seis, horário em que se abriam as portas do estábulo e que eles saiam a caminhar.

“Os elefantes precisam andar, eles sabem que é necessário caminhar. A nós cabe abrir as portas e deixar que eles saiam”, dizia um dos guias. E então andávamos por duas horas em silêncio observando os bichos.

Renata Simões é jornalista, apresentadora e locutora. No rádio, de 2008 a 2012, apresentou o programa “De Carona” na OiFM, enquanto na TV, no Multishow, esteve à frente do “Urbano”.

Toda segunda, o Entretempos publica a seção De Dentro –uma pessoa elege uma imagem importante em sua vida (uma fotografia, um quadro, uma capa de disco, um postal, o que vier a cabeça) para relembrar memórias e sensações ou relatar o porquê daquela figura ser tão fundamental.

Confira outros: Cassiana Der Haroutiounian, Juliana Freire, Daigo Oliva, Lulina, Daniel Klajmic, Mônica Maia, Nazareno Rodrigues, Beto Brant, Manuel da Costa Pinto, Marcos Augusto Gonçalves e Cassiano Elek Machado.