De Dentro #19

Por DAIGO OLIVA

O De Dentro dessa semana é do jornalista Juca Kfouri.

Das maiores emoções estéticas de minha vida senti no Museu de Arte Reina Sofia, em Madrid, ao ver a celebérrima “Guernica”, de Picasso. A tela em si, enorme, fortíssima, impressionante, já vale umas mil missas.

Mas você não chega perto dela assim, de supetão. Não. Antes você passa por um corredor com os “dibujos” do autor, como se fosse uma preparação, um aquecimento, aparentemente para preparar o visitante e não deixá-lo de quatro com a visão abrupta da imagem que equivale a um soco no estômago dado por Muhammad Ali.

Mesmo assim, aquecido, ninguém com um mínimo de sensibilidade, passa ileso pela experiência. Sim, é verdade, há controvérsias sobre o que inspirou Picasso a fazer “Guernica”.

Prefiro vê-la como ele a explicou, o horror do bombardeio da força aérea alemã hitlerista para ajudar o triunfo do generalíssimo Franco na guerra civil espanhola. O horror da guerra, em branco e preto, emerge com todas as suas cores e da tela exala até o terrível cheiro da morte, pedaços de gente, de animais, casas, da destruição total, ainda antes da bomba atômica.

Estar diante da “Guernica” e estar em frente de tudo de genial, e de miserável, que o ser humano é capaz de criar, e de demolir. É mesmo um privilégio inesquecível estar junto da “Guernica”.

Juca Kfouri é colunista da Folha. Formado em ciências sociais pela USP, foi diretor das revistas “Placar” e “Playboy”. Atualmente trabalha no canal ESPN e na rádio CBN, para qual faz comentários sobre política e, sobretudo, futebol.

Toda segunda, o Entretempos apresenta a seção De Dentro –uma pessoa elege uma imagem importante em sua vida (uma fotografia, um quadro, uma capa de disco, um postal, o que vier a cabeça) para relembrar memórias e sensações ou relatar o porquê daquela figura ser tão fundamental.

Gostou? Confira os outros De Dentro: Thais Gouveia, Peri Pane, Isabelle Moreira Lima, o pintinho, Filipe Redondo, Eduardo Leme, Renata Simões, Cassiana Der Haroutiounian, Juliana Freire, Daigo Oliva, Lulina, Daniel Klajmic, Mônica Maia, Nazareno Rodrigues, Beto Brant, Manuel da Costa Pinto, Marcos Augusto Gonçalves e Cassiano Elek Machado.