Casal 40

Por DAIGO OLIVA

Onze a cada dez revistas adolescentes já perguntaram: namorar um amigo pode dar certo?

A pergunta é besta e batida, mas atormenta milhares de relacionamentos mundo afora dia sim, outro dia também.

Xico Sá deve ter arranjado uma boa solução para o problema, mas um casal de amigos de Nova York resolveu experimentar uma forma diferente de lidar com a questão.

Durante quarenta dias, os designers e melhores amigos Jessica Walsh e Timothy Goodman tentaram se encontrar diariamente como potenciais, quem sabe, talvez, namorados.

A tentativa é relatada no diário online “40 days of dating”. Entremeados por lindas ilustrações, tipografias, stills de objetos, vídeos e print screens de telas de troca de mensagens, Jessie e Tim respondem as mesmas questões sobre como o relacionamento vem (in)evoluindo.

[vimeo 67586897 nolink]

“O que fizeram juntos hoje?”, “algo de interessante aconteceu?”, “você aprendeu algo novo sobre ele(a)?”, “e sobre você mesmo(a)?”.

As respostas são uma montanha-russa. Tim faz a linha do cara que não se apega por ninguém e arranja as desculpas mais surreais para se separar de namoradas aparentemente legais, enquanto Jessie é o estilo de mulher que sempre quer se relacionar por longos períodos.

“Na era digital, onde você pode escolher um cara ou uma menina em sites de namoro, quanto mais fácil fazemos as coisas, mais difíceis elas se tornam. E, para alguns homens, é difícil se estabelecer quando há sempre uma mulher aparentemente mais interessante ou bonita ao virar a esquina”, analisa Jessie, em entrevista por email.

O que parece ser apenas uma coleção de estereótipos e “adolescentices” na vida adulta, se torna um viciante reality show online. Não é apenas a novelinha entre os dois que contagia, mas as ilustrações e interferências visuais concebidas pelos amigos do casal.

A partir dos relatos de enxaquecas e discussões de relacionamento intermináveis entre o casal, o não-roteiro do projeto levanta experiências passadas que sempre retornam a um mergulho de suposições sobre o que o outro está pensando.

Há o tradicional medo de acabar com a amizade, os flertes instintivos misturados com arrependimentos no segundo posterior e tudo o que um casal inseguro pode alimentar. A diferença é o compartilhamento na internet e a suspeita de uma falta de sinceridade para tornar as experiências públicas.

“40 days of dating” tem uma roupagem moderninha muito bem estudada, o que por vezes parece desviar a naturalidade do projeto.

“Estávamos em um estado constante de preocupação com isso antes de começarmos. Nós sabíamos que se fizéssemos a experiência, teríamos que fazê-lo com o máximo de sinceridade possível. Isso também significa correr o risco de uma sensação de ‘profissionalismo'”, explica Jessie.

No entanto, os relatos são divertidos e transparecem uma relação em construção. Jessie e Tim se conhecem há quatro anos, mas é apenas quando se dispuseram a começar a conversar como potenciais amantes que descobriram histórias sobre as famílias de cada um.

É a dificuldade da comunicação nos dias de hoje.

Mais do que amigos tentando namorar, “40 days of dating” é um resumo dos relacionamentos contemporâneos. Decisões simples são transformadas em longas conversas de sessões de terapia e a nossa vontade constante de compartilhar tudo o que fazemos o tempo todo.

Mas que é divertido, é.

***

ps1. Para ler a novelinha, que está no dia 16, é só clicar aqui.

ps2. Não é a primeira vez que Jessie Walsh se expõe. Quando a designer se uniu ao estúdio de Stefan Sagmeister, a “foto de divulgação” da nova empresa mostrava os dois sócios nus. Para ver é só clicar aqui, mas já fique sabendo que tem nudez.

_ _

Curta o Entretempos no Facebook clicando aqui.