Golinhos de cachaça

Por DAIGO OLIVA

Durante o Paraty, as Instantâneas do Entretempos se transformam em golinhos de cachaça, a bebida mais tradicional desta cidade…

Lost in… – Passaram apenas duas perguntas para que o público pedisse a Cristina de Middel um ritmo mais calmo em sua fala. O espanhol aceleradíssimo e o pensamento rápido da fotógrafa ganhou uma resposta à altura: “querem mais devagar? o-k”, com tracinho e tudo.

…Translation – Mais tarde, no coquetel de abertura, Cristina confessou a amigos que quando se dirigiam a ela em português, não estava entendendo nada. Passou despercebido. Sempre que questionada, as respostas faziam sentido. Vai saber…

Queimadas – Pouco antes do início do festival, um pequeno incidente. Uma das fotos da exposição de Jorge Fuembuena, montada na praia, foi derrubada em cima do refletor. Resultado: uma imagem queimada e um refletor quebrado.

Foto/TV – Uma apresentadora está circulando por Paraty para gravar o piloto de um programa de TV sobre fotografia. A ideia é transpor a linguagem fotográfica para a tela.

Por fora – Embora o discurso de que a fotografia se aproxima cada vez mais da arte contemporânea, o convidado Guilherme Peters repetiu por duas vezes que estava se sentindo “um peixe fora d’água”. Artista da Galeria Vermelho ligado a produção de instalações e performance, Peters vai realizar uma intervenção na Tenda Multimídia agora pela manhã.

***

As duas metades do Entretempos são os curadores convidados do blog oficial do festival de fotografia Paraty em Foco 2013.

Durante o evento e o período que antecede sua realização, toda vez que você visitar nossa página e visualizar a vinheta acima, já sabe que quem fala aqui não é apenas o Entretempos, mas também os curadores do blog do festival.

_ _

Curta o Entretempos no Facebook clicando aqui.