Violentologia

Por DAIGO OLIVA

Assim como na mesa de quinta-feira, quando o catalão Pep Bonet mostrou parte de seu trabalho, o início do quarto dia de Paraty em Foco também foi um soco no estômago.

O fotógrafo americano Stephen Ferry trouxe ao festival “Violentology”, seu recém-publicado livro sobre a guerra civil na Colômbia.

Tanto Ferry quanto Bonet deixam claro que seus trabalhos buscam não deixar que as atrocidades cometidas sejam esquecidas, e que os ensaios possam promover uma mudança na percepção do futuro.

Porém, diante de tantas imagens fortes, é praticamente impossível não sair das palestras com um forte sentimento de desesperança.

“Violentology” é mais do que uma obra fotográfica. Historiador, Ferry realizou uma pesquisa de imagens históricas da violência na Colômbia para conservar as raízes dos conflitos perturbadores que marcaram o país.

FARCs, drogas, exército e muitas mortes estão espalhadas em linhas do tempo, análises e histórias de personagens contando a evolução da guerra civil colombiana.

Toda vez que um trabalho sobre violência é apresentado, muito se discute sobre o choque da espetacularização das imagens. No entanto, durante a articulada palestra de Ferry, suas imagens não deixaram que isso acontecesse.

A obra retrata o conflito de forma muito mais cotidiana, e não do ponto de vista de um observador desesperado por sangue.

O livro possui uma linha contínua e, mesmo que muitas das fotografias sejam especialmente belas, a sensação após a apresentação é de que apenas o todo pode representá-lo.

Não é uma trabalho concentrado só nas imagens, mas na leitura conjugada com os textos e a contextualização histórica da violência naquele país.

Diante de toda a violência presente no livro, uma das observações mais interessantes do fotógrafo é a sutil percepção nas feições dos guerrilheiros das FARCs.

“Eles possuem o olhar triste de quem também é um prisioneiro de guerra”.

Para não esquecer.

***

As duas metades do Entretempos são os curadores convidados do blog oficial do festival de fotografia Paraty em Foco 2013.

Durante o evento e o período que antecede sua realização, toda vez que você visitar nossa página e visualizar a vinheta acima, já sabe que quem fala aqui não é apenas o Entretempos, mas também os curadores do blog do festival.

_ _

Curta o Entretempos no Facebook clicando aqui.