Brasileira vence o Paris Photo–Aperture PhotoBook Awards na categoria melhor livro

Por DAIGO OLIVA

A brasileira Rosângela Rennó venceu o prêmio de melhor fotolivro de 2013 na disputa promovida pela fundação americana Aperture em conjunto com a feira de fotografia Paris Photo.

“A01 [COD.19.1.1.43] — A27 [S | COD.23]” é o título impronunciável da obra que desbancou outros nove concorrentes, entre eles o favorito e cultuado “Holy Bible”, da dupla sul-africana Adam Broomberg & Oliver Chanarin.

Rennó já havia vencido a categoria Historical Book no importante festival francês Les Rencontres d’Arles.

O trabalho da artista é parte de uma trilogia e registra o material encontrado em vinte e sete caixas roubadas do Arquivo Geral da Cidade do Rio de Janeiro.

A artista se dedicou especialmente ao desaparecimento das obras de Augusto Malta, que trabalhava para o arquivo há mais de 50 anos. Rennó fotografou capas, as poucas imagens restantes e etiquetas de identificação.

O júri do concurso foi formado pelo crítico e fotógrafo Gerry Badger e o brasileiro Thyago Nogueira, editor da revista ZUM, entre outros.

Esta é a terceira edição do prêmio que distribuiu 10 mil dólares (cerca de 23 mil reais) para o vencedor da categoria principal.

*

Na categoria “fotolivro de estreia”, o escolhido foi o espanhol Oscar Monzón, autor de “Karma”, já comentado no Entretempos e aposta pessoal de uma das metades deste blog. 😉

Prova de que a fotografia espanhola está cada vez mais em alta.

Segundo o Entretempos apurou, a direção do Paris Photo estuda realizar uma versão brasileira da feira em 2014. A ver.

_ _

Curta o Entretempos no Facebook clicando aqui.