Instantâneas

Por DAIGO OLIVA

Ghirri guiado – Abre amanhã, no Instituto Moreira Salles de São Paulo, a exposição “Pensar por Imagens. Ícones, paisagens, arquiteturas”, de Luigi Ghirri. O italiano, que faleceu precocemente aos 49 anos, registrou simples cenas do cotidiano com sutileza e foi pioneiro da fotografia colorida. Neste sábado, às 11h, antes da inauguração da mostra, haverá uma visita guiada com a presença dos curadores. O Entretempos volta a falar sobre a mostra de Ghirri em breve. 😉 Para saber mais é só clicar aqui.

Última chance – As inscrições para o workshop sobre curadoria promovido pela fundação Bienal acabam na próxima segunda (25). Dirigido a jovens com envolvimento na área cultural, “Ferramentas para organização cultural” será ministrado pela equipe de curadores da próxima mostra. O curso é gratuito e oferece 15 vagas. Para saber todos os detalhes e pré-requisitos do workshop é só clicar aqui.

Feliz ano novo – Começou a temporada de listas dos melhores fotolivros do ano. A primeira a pipocar foi feita pelo ícone inglês Martin Parr e tem desde o chileno Sergio Larrain, membro da Magnum, até o lindíssimo “Raisen”, da japonesa Lieko Shiga. Curioso é a quantidade de espanhóis: dos dez títulos, três são ibéricos. Além de “Karma”, de Óscar Monzón, presença obrigatória na lista de qualquer pessoa decente, há também “PIGS”, de Carlos Spottorno e “Ahlan!”, de Nuria Carrasco. Definitivamente, a fotografia contemporânea é falada em espanhol. Para ver todos os escolhidos é só clicar aqui.

_ _

Curta o Entretempos no Facebook clicando aqui.