Festival de Arles anuncia edição com David Bailey, Martin Parr e Vik Muniz

Por DAIGO OLIVA

Um dos festivais de fotografia mais importantes do mundo, o Les Rencontres d’Arles, realizado na França, anunciou hoje a programação de sua 45a edição.

O evento, que acontece entre os dias 7/7 e 21/9, promoverá 50 exposições de nomes como o brasileiro Vik Muniz, o britânico David Bailey –famoso tanto pelos retratos de moda quanto pela inspiração que levou ao protagonista de “Blow Up”, de Antonioni– e também o ícone contemporâneo Martin Parr.

A edição de 2014 marca também a despedida de François Hebel, diretor do festival nos últimos 13 anos. A decisão, comunicada em novembro, acontece após uma série de embates entre Hebel e o Ministério da Cultura da França junto a fundação Luma, dirigida pela colecionadora de arte Maja Hoffmann.

Em 2017, a fundação vai inaugurar no Parc des Ateliers, onde a maioria das exposições dos “Encontros” acontecem, um centro de arte contemporânea projetado pelo arquiteto vencedor do Pritzker Frank Gehry. Segundo Hebel, a venda do espaço para a organização compromete a realização do festival.

Em entrevista ao British Journal of Photography, Hebel afirmou as razões para a renúncia. “Em quatro anos, ninguém se sentou com Hoffmann para negociar. Por duas vezes, ela disse que o festival seria expulso. Por que o ministro da Cultura fala sobre bagunça quando poderia ter evitado isso?”.

Um dos destaques desta edição é a mostra de 80 anos de Lucien Clergue (acima), um dos fundadores do festival. “Men and Women of Lucien Clergue” exibe trabalhos do fotógrafo, que na maior parte da carreira registrou corpos nus, em lindos grafismos e com predileção pela forma, além de retratos do pintor Pablo Picasso e cenas do cotidiano em Arles na década de 1950.

A cidade espera receber mais do que os 96 mil visitantes da edição de 2013 do festival. Além de Martin Parr, que se apresentará como um colecionador ao exibir livros chineses, e as conhecidas imagens de Vik Muniz, construídas a partir de uma infinidade de materiais inusitados, o público ainda poderá conferir mostras de Raymond Depardon, Leon Gimpel, Erik Kessels, Denis Rouvre, a coleção de Artur Walther, o casal Mazaccio & Drowila, Vincent Perez e uma exposição sobre objetos que dão suporte para fotografias.

Você pode conferir tudo desta edição dos encontros de Arles clicando aqui.

Curta o Entretempos no Facebook clicando aqui.