‘#Selfie’, de Christian Rodriguez

Por DAIGO OLIVA

‘#Selfie’, de Christian Rodriguez (Vibrant) – Selfie foi escolhida em 2013 como a palavra do ano pelo dicionário Oxford, mas foi em 2014 que seu significado ganhou força descomunal. De repente, qualquer foto se tornou uma selfie, mesmo aquelas que não são autorretratos. O registro do que se come, de onde se está, com quem está e como se está –nu, na praia, com chapéu etc.– é, de fato, uma ideia ainda mais potente de autorepresentação. Pois é daquilo que usuários de redes sociais declaram como autorretrato que parte o fotolivro do uruguaio Christian Rodriguez, lançado no final do ano passado pela editora Vibrant. O fotógrafo caçou imagens usando hashtags como #multiselfie, “#pregnantselfie”, #aftersex, #airplane, #homeless e agora nos mostra fotos de garotas e garotos pelados, um Papai Noel com uma menina que planta bananeira e outras coisas escabrosas. A edição, bem feita, faz brincadeiras e sequências interessantes. O livro começa com um homem em meio a uma corrida de touros fazendo uma selfie e termina com o velório do artista uruguaio Carlos Paez Vilaró, em que uma pessoa aproveita o caixão aberto para fazer um último registro ao lado do “ídolo”. No entanto, o autor desliza ao colocar lado a lado imagens de uma garota com roupas de ginástica, de costas para a câmera, se exibindo, e de uma mulher com traços árabes usando um véu. Editadas em sequência separada, sem fazer associação direta, daria sutileza ao livro para explicitar que vaidade e exibicionismo é comum para todas as culturas. Mas é minha única ressalva. Sou fascinado pelos limites da superexposição e seria capaz de passar horas e horas vendo toneladas de selfies –coisa que, aliás, faço frequentemente. O momento da publicação é certeiro e nos leva a pensar um pouco sobre o quão idiotas somos. Se o fotolivro demorasse um pouco mais a sair, certamente teríamos uma foto de pau de selfie, a modalidade sensação deste verão.

Avaliação: muito bom 

Haikai: em críticas curtas, o blog comenta fotolivros lançados neste ano.

Curta o Entretempos no Facebook clicando aqui