‘Hello My Friend’, de Fernando Hisi

Por DAIGO OLIVA

‘Hello My Friend’, de Fernando Hisi (Pingado-Prés) – Muita gente nunca foi a Índia, mas todo o mundo idealiza um universo específico de imagens sobre o país. Quase sempre, difundem-se estereótipos que recaem sobre o exotismo local, as religiosidades e a profusão de cores. “Hello My Friend”, fotolivro de estreia de Fernando Hisi, não se encaixa propriamente nessa categoria, mas resvala na reprodução de imaginários clássicos. O livro é lindo, bem editado, e Fernando prova ser um excelente fotógrafo, embora não vá além daquilo que já sabemos –ou imaginamos saber– sobre a Índia.
Em registros exuberantes, a obra mostra o Taj Mahal, as placas kitsch de uma venda de comidas e sucos, os tetos alegóricos dos táxis, o costume dos homens de andar abraçados e muitos outros momentos reconhecíveis mesmo para alguém que nunca esteve lá. O autor escolheu construir um panorama em vez de se concentrar em um ponto específico. Sempre defendo que trabalhos com um viés mais documental sejam realizados durante longos períodos, tempo necessário para vencer a barreira dos primeiros contatos e da superficialidade. É aí que a obra escorrega. Minha sensação é a mesma de ir a um bar e me deparar com uma pessoa linda. E, ao me aproximar, perceber que ela só fala de coisas que já sei, embora faça isso com muito charme.

Avaliação: regular 

Haikai: em críticas curtas, o blog comenta fotolivros lançados neste ano.

Curta o Entretempos no Facebook clicando aqui.