Teju Cole, literatura e fotografia

Por DAIGO OLIVA

Na entrevista que o blog fez com Teju Cole, escritor americano que veio a São Paulo para encontrar o local da foto de René Burri, uma resposta ficou de fora do texto publicado na Folha deste domingo (23). O blog perguntou a ele de que forma sua obra literária influencia o trabalho que faz na fotografia. Aí vai.

“Tenho fotografado intensamente há dez anos, tempo muito próximo ao que tenho publicado ensaios e outros trabalhos literários. As duas práticas se desenvolveram em conjunto para mim. Não há tensão entre elas. Trata-se de descrever o mundo da mesma maneira como faz a ciência, a história, a mágica, a autobiografia e a poesia, todas combinam com perfeição. Em alguns dias, se eu estiver com sorte, posso cumprir isso com a fotografia.
Em outros, se eu estiver com sorte, posso fazer isso por meio de algo escrito. Escrever é ser influenciado pelo imaginário fotográfico e pelo pensamento. Fotografar é trazer isso como alguém com tato para narrativa e palavras.”

Curta o Entretempos no Facebook clicando aqui.