MIS prorroga mostras de Jorge Bodanzky e Martin Parr por uma semana e realiza visitações gratuitas

Por DAIGO OLIVA
O MIS (Museu da Imagem e do Som de São Paulo) prorrogará em uma semana a exibição de todas as quatro mostras do projeto Maio Fotografia. Assim, as exposições “Parrtificial”, retrospectiva dedicada à obra do britânico Martin Parr, e “No Meio do Rio, Entre as Árvores”, que apresenta a produção fotográfica do cineasta paulistano Jorge Bodanzky na Amazônia, ficarão em cartaz até o dia 31 de julho, assim como “Primeiras Missões”, que exibe o acervo do MIS, e “Vertentes: Espaço de Dentro”, de André Conti, um dos artistas selecionados pelo programa Nova Fotografia 2016.

O museu também anunciou que a visitação durante o período prorrogado será gratuita. Nos dias 30 e 31, o público poderá assistir a uma mostra de filmes de Bodanzky mediante retirada de senha. Entre as obras selecionadas está “Iracema, uma Transa Amazônica”, realizado a partir da primeira ida do cineasta à Amazônia, em 1968, quando trabalhava como repórter fotográfico da revista “Realidade”. Enquanto apurava uma reportagem sobre a circulação de dinheiro falso na estrada Belém-Brasília, ele decidiu rodar o filme que acompanha a rotina de um caminhoneiro e de uma prostituta ao mesmo tempo em que critica o modelo de desenvolvimento na região.

Completam a programação os filmes “O Terceiro Milênio” (dom., às 14h), “A Propósito de Tristes Trópicos” (dom., às 16h), “Jari” (sáb., às 14h30), “Igreja dos Oprimidos” (sáb., às 16h), “Navegar Amazônia” (sáb., às 20h), “De Volta ao Terceiro Milênio” (dom., às 17h) e “No Meio do Rio” e “Entre as Árvores” (dom., às 18h). “Iracema” será exibido no sábado, dia 30, às 18h.

 
MAIO FOTOGRAFIA
QUANDO de ter. a sáb., das 12h às 21h; dom., 11h às 20h; até 31/7
ONDE MIS, av. Europa, 158, tel. (11) 2117-4777
QUANTO R$ 6 (grátis entre os dias 26 e 31)

***

Curta o Entretempos no Facebook clicando aqui.