Fotolivro de Robert Frank realizado no começo dos anos 50 serviu de laboratório para ‘The Americans’

DAIGO OLIVA

Este é o primeiro vídeo de 2018. Todos sabem quem é Robert Frank, autor de “The Americans”, considerado por muitos pesquisadores e críticos o fotolivro mais importantes de todos os tempos. Mas “The Americans” ficou tão conhecido que acabou eclipsando o resto da produção de Frank.

O fotolivro que trago hoje, “Black White and Things”, foi publicado pela primeira vez em 1952, portanto, seis anos antes da obra-prima do fotógrafo suíço. A primeira versão do trabalho consistia em três cópias feitas artesanalmente, num caderno espiralado e apenas com prints originais.

A cópia que trago é de 2009, publicada pela Steidl, editora que se tornou a grande parceira do Frank, junto à National Gallerty of Art, de Washington. É a terceira versão do livro, com um design refeito, mas com a edição das imagens intacta. É possível perceber que esse fotolivro serviu de laboratório para o que seria realizado em “The Americans”.

***

Curta o Entretempos no Facebook clicando aqui.

Deixe uma resposta