Arquivo - Tag: iatã cannabrava

Após saída de diretor, Paraty em Foco promete ‘volta às origens’ com edição mais conservadora

O cenário era incerto, mas a 12ª edição do Paraty em Foco será realizada entre os dias 14 e 18 de setembro. Mais tradicional festival de fotografia do Brasil, o evento sofreu um baque no fim de 2015, quando Iatã Cannabrava, então diretor da mostra há nove anos, resolveu deixar o cargo depois de uma série de desentendimentos com o(…)

Festival Valongo anuncia curadores, debate com Oscar Muñoz e mostra de Alejandro Chaskielberg

Concebido a partir da saída de Iatã Cannabrava da direção do Paraty em Foco, o festival Valongo terá em sua primeira edição mostras do cineasta americano Bill Morrison, do argentino Alejandro Chaskielberg (foto acima) e dos brasileiros Julio Bittencourt e Cássio Vasconcelos, entre outros, anunciou nesta segunda (29) a organização do evento. As exposições serão organizadas pelo historiador espanhol Horácio Fernandez, autor da coletânea “Fotolivros(…)

Saída de Iatã Cannabrava da direção do Paraty em Foco ameaça realização do festival de fotografia

O texto abaixo foi publicado na edição desta terça (22) do caderno “Ilustrada”. Após nove anos, Iatã Cannabrava, um dos organizadores do festival de fotografia Paraty em Foco, rompeu a parceria com o fundador do evento, o italiano Giancarlo Mecarelli. Mais importante festival do país na área, o “Paraty” foi liderado por Iatã nos últimos anos.(…)

Ciclo de palestras sobre livros para pesquisa de fotografia começa hoje

E agora? – Começa nesta quinta (16) e vai até 1/12 o ciclo de palestras “E Agora, Fotografia?”, que acontece no Sesc Belenzinho e Consolação. Com entradas gratuitas e curadoria de Eder Chiodetto, Ronaldo Entler, Lívia Aquino e Pio Figueiroa, o projeto vai abordar livros importantes para a pesquisa de fotografia. Susan Sontag, Roland Barthes, Phillipe Dubois e Vilém(…)

Autorretrato da classe média

Durante dez anos, o colombiano Juan Pablo Echeverri, 34, acordou todos os dias de sua vida com um único objetivo: se produzir com um visual diferente, ir até a loja “FotoJapón” e se autorretratar em uma foto 3×4. Quando a obsessão do fotógrafo chegou a 3.000 registros (acima), houve quem encontrasse na diversidade de seus(…)