O que separa um dia do outro? Verónica Flom e Joaquín Boz no Ensaio Palavra-Imagem

Sem-título, 2018, óleo sobre madeira, 160 x 220 cm

Para este Ensaio Palavra-Imagem, convidei a curadora argentina Verónica Flom e o artista plástico Joaquín Boz para ocuparem esse espaço com uma parceria feliz entre os dois. Desde fevereiro,  quando conheci a obra de Boz, em Buenos Aires, essas palavras de Flom, vez ou outra, voltam em meus devaneios. Que alegria poder publicar aqui hoje. __________________________________________________________________________________________ Notas […]

Leia Mais

A solitude, o exílio e a guerra na obra da artista Isabel Rocamora

Frame do filme “Horizon of Exile”, 2007

Com sua essência na performance, a artista hispano-britânica Isabel Rocamora, com quem bati um papo ontem (6 de maio), explora em seus filmes identidades individuais e culturais, a guerra e o exílio, por meio da linguagem do gesto em diferentes corpos humanos; em suas igualdades e diferenças em seus rituais, desacontecimentos, buscas, transições, aflições e descobertas. No sentido […]

Leia Mais

Os sons de um planeta chamado Terra – Roberta Martinelli e Marianne Bjørnmyr no ensaio palavra-imagem

“An Authentic Relation” de Marianne Bjørnmyr

Para essa edição do ensaio palavra-imagem, convidei  a querida Roberta Martinelli,  dona da voz da música brasileira, apresentadora do “Som a Pino” na Rádio Eldorado e do “Cultura Livre” na TV Cultura,  para se inspirar com as imagens etéreas de um espaço suspenso, da fotógrafa norueguesa Marianne Bjørnmyr. O resultado?! Um ecoar das entranhas deste planeta […]

Leia Mais

O tempo, a pausa e o silêncio – a expressão japonesa ‘Ma’ como uma potência do vazio, na obra de arte

Hiroshi Sugimoto

Vivemos uma suspensão de nossas vidas. Em um intervalo de espaço-tempo que jamais a história pode prever para nossa civilização. Estamos no presente. Numa pausa, num silêncio. É nisso que nos apegamos, no hoje, porque o passado está cada vez mais distante… e o futuro? Tá bem longe também… E esse longe é abstrato, podendo ser […]

Leia Mais

O tempo dilatado da espera – 14 artistas e suas obras com cadeiras

Nazareno Rodrigues

A espera… vivemos dias na espera de dias melhores, ou na espera do agora. O tempo dilatou; segundos, minutos e horas percebidas, sentidas, observadas. Pensar no tempo pode ter se tornado um hábito também.Tentar ocupar o tempo para alguns é a fuga do dia estendido; para outros, a fuga é esparramá-lo desde o abrir dos […]

Leia Mais

O espaço-tempo entre um, dois, todos – um ensaio palavra-imagem com Barbara Paz e Can Dagarslani

“Serenity”, 2016. (Foto: Can Dagarslani)

Para essa edição do  palavra-imagem, convidei a atriz e diretora Barbara Paz para escrever um texto inspirado nas  imagens do fotógrafo turco Can Dagarslani. Paz, é diretora do longa  Babenco – Alguém Tem que Ouvir o Coração e Dizer: Parou, que levou o Prêmio da Crítica Independente e de Melhor Documentário sobre Cinema durante a 76ª edição […]

Leia Mais

Habitar o corpo da terra – uma reflexão a partir do corpo-pedra do artista Rodrigo Braga

Corpo duro 4, 2013.

“Viver como uma dilatação momentânea. O corpo vem da terra, exibe-se e encolhe. Quando o corpo desaparece dizem que existimos, que andamos por aí”. João Guilhoto, “O livro das aproximações”. Antes do pedaço de terra, o corpo. O artista Rodrigo Braga, desde 1999 vem trabalhando em suas obras a relação do homem/corpo com o meio – ecológico, […]

Leia Mais

Em tempos de corpos distantes, a palavra é um abraço – a obra do artista Ivan Grilo

Coragem em Acreditar, 2017.

“E as palavras escorrem tão fluidas como o «precioso líquido». Escorrem interminavelmente, alagam o chão, sobem aos joelhos, chegam à cintura, aos ombros, ao pescoço. É o dilúvio universal, um coro desafinado que jorra de milhões de bocas.”  “As Palavras”, de José Saramago. 17 de maio de 1968. São dias lentos… quando o tempo dilata […]

Leia Mais

Isolamento e solidariedade – 20 artistas e suas obras com a figura casa

Hrein Fridfinnsson

“O que é a existência? o que requer sempre revisão” Adonis, poeta sírio.   #FICAEMCASA É tempo de habitar. A redoma chamada casa, a redoma chamada “eu”. Difícil em tempos fugazes, efêmeros, imediatos… A humanidade se vê obrigada, em seu dever cidadão e social, de estar, de permanecer. É necessário olhar para dentro enquanto o […]

Leia Mais

O eterno flerte das artes plásticas com a moda

Hermès e H. Sugimoto

Há muitos anos e coleções, arte e moda andam juntas. Estilistas e artistas plásticos ocupam a mesma passarela, contemplando a beleza e o vestir do corpo humano. Um relacionamento rico, vezes ousado, vezes discreto, mas sempre indo além dos limites geográficos para trazer influências globais para nossos guarda-roupas. Na sua forma mais óbvia, esse relacionamento […]

Leia Mais