Outono, o lago. Inverno, as pedras – Ensaio Palavra-Imagem com Nazik Armenakyan e Anna Davtian

Série “When Pandemic”, de Nazik Armenakyan

Para este Ensaio convidei as queridíssimas artistas Anna Davtian e Nazik Armenakyan para preencherem esse espaço com um dos meus temas preferidos: Armênia. Anna é escritora, tradutora e fotógrafa, além de ter sido a musa do meu novo filme “Cantos de um Livro Sagrado”, com Cesar Gananian na codireção. Anna é autora do livro de […]

Leia Mais

Incandescência poética – Ensaio Palavra-Imagem com Juliano Garcia Pessanha e Hiroshi Sugimoto

Para esta edição do Ensaio, convidei Juliano Garcia Pessanha para estampar esta página com um trecho de seu mais novo livro “O filósofo no porta-luvas”, lançado na última semana pela Editora Todavia. Formado em filosofia pela USP, ele é autor da tetralogia “Testemunho Transiente”além de “Recusa do não-lugar”(2018), dois livros que me acompanharam nos últimos anos. Eu sabia […]

Leia Mais

O artista mexicano Bosco Sodi e suas obras de terra com destino cósmico

“Esse tempo da dureza das pedras, esse litocronos, não pode se definir senão como o tempo ativo de um trabalho, um tempo que se dialetiza no esforço do trabalhador e na resistência da pedra; ele se manifesta como uma espécie de ritmo natural, de ritmo bem condicionado. E é por esse ritmo que o trabalho obtém ao […]

Leia Mais

Também guardamos pedras aqui – Ensaio Palavra-Imagem com Luiza Romão

Para esta edição do Ensaio Palavra-Imagem, convidei a poeta e atriz Luiza Romão para interagir com imagens que fiz na Armênia nos últimos 15 dias. A ideia de convidá-la surgiu quando vi o título de seu novo livro: “Também guardamos pedras aqui” (Editora Nós). Conversamos um pouco sobre pedras, ruínas e decidimos que as suas […]

Leia Mais

Aviso – Já voltamos!

A Line In The Arctic, 2012, Marcelo Moscheta

O entretempos vai fazer uma pausa e volta no próximo dia 29. Para quem quiser sugerir pautas e outros comentários, é só mandar um email para: blogentretempos@gmail.com E siga o entretempos no instagram: entretempos.blog Até breve.      

Leia Mais

Brigando quando posso, ficando quieta quando preciso – Ensaio Palavra-Imagem com Noemi Jaffe e Hiroshi Sugimoto

Para esta edição do Ensaio, decidi escolher alguns dos diários escritos pela Noemi Jaffe durante a pandemia, em seu facebook e instagram. Eles acompanham duas imagens do fotógrafo japonês Hiroshi Sugimoto, que casam com as palavras de Jaffe. Sei que os dois já estiveram por aqui, mas quando uma relação toca a gente mais de uma […]

Leia Mais

Trata-se de uma jornada que não se interrompe – Ensaio Palavra-Imagem com Ícaro Lira e Gabriel Bogossian

Este Ensaio Palavra-Imagem chegou como aqueles acasos bonitos da vida. Na segunda-feira vi que o artista cearense Ícaro Lira (1986) estava com seu novo livro “Lições da Pedra”saindo do forno e na hora meu coração bateu forte. Eu tinha acabado de voltar do Ceará e sou completamente obcecada por pedras. Precisava ter aquele livro em […]

Leia Mais

Ficções Coloniais – Denilson Baniwa na nova edição da revista ZUM, do Instituto Moreira Salles

Ficções Coloniais, de Denilson Baniwa

A convite da ZUM, o artista Denilson Baniwa concebeu um trabalho inédito para a revista que será lançada hoje, (quinta-feira) em uma live às 18h, transmitida nos canais de YouTube e Facebook da ZUM. Haverá um debate com Allan Weber e Lita Cerqueira. Na série “Ficções coloniais“, Baniwa faz intervenções irônicas em fotografias dos povos […]

Leia Mais

Passado Futuro Presente – Ensaio Palavra-Imagem com Júlia de Carvalho Hansen e May Parlar

Neste Ensaio Palavra-Imagem, a artista visual turca May Parlar inspirou a poeta e astróloga capricorniana brasileira Júlia de Carvalho Hansen. Parlar é uma artista conceitual que emprega arte performática e cria instalações temporárias de objetos suspensos em paisagens naturais. Algumas de suas séries questionam as noções de identidade, percepção e pertencimento, usando a imagem para […]

Leia Mais

Infinitude movente – uma coleção de nuvens na arte contemporânea para refletir sobre o tempo

Vik Muniz

“Vamos sonhar com o efêmero, e demoremo-nos um pouco mais na formosa tolice das coisas.” Kakuzo Okakura Sempre estive desperta a pequenos rituais diários que permitissem a porosidade das coisas, a tempos suspensos, vividos segundo por segundo em seus micro acontecimentos, respeitando os brilhos, as sombras, os aromas e todas as mutações que o tempo […]

Leia Mais