Infinitude movente – uma coleção de nuvens na arte contemporânea para refletir sobre o tempo

Vik Muniz

“Vamos sonhar com o efêmero, e demoremo-nos um pouco mais na formosa tolice das coisas.” Kakuzo Okakura Sempre estive desperta a pequenos rituais diários que permitissem a porosidade das coisas, a tempos suspensos, vividos segundo por segundo em seus micro acontecimentos, respeitando os brilhos, as sombras, os aromas e todas as mutações que o tempo […]

Leia Mais

O instante imóvel entre um tempo e outro – Ensaio Palavra-Imagem com Iara Biderman e Wang Wei

O Ensaio Palavra-Imagem chega hoje com o ritmo do vento, que nos tira do lugar, provocando novos pontos de fuga invisíveis e soprando as palavras. É o que nos resta nos dias habitados do hoje. Com a palavra, a jornalista Iara Biderman, que escreve sobre dança e outras artes do corpo e das palavras, além […]

Leia Mais

O infarto da alma – Ensaio Palavra-Imagem com Diamela Eltit e Paz Errázuris

Infarto 30, Putaendo, da série O infarto da alma, 1994. Coleções Fundação Mapfre © Paz Errázuriz, cortesia da artista.

Neste Ensaio Palavra-Imagem: o retrato do amor sob a loucura. Com as palavras de Diamela Eltit e as imagens de Paz Errázuris no livro “O Infarto da alma”, marco do foto-livro latino-americano publicado em 1994 no Chile e ano passado pelo Instituto Moreira Salles. Diamela, um dos mais importantes nomes da literatura contemporânea chilena, foi […]

Leia Mais

O outro lado – um devaneio sobre a montanha na arte contemporânea

Tacita Dean

“Estou sempre pensando que lá por detrás dele acontecem outras coisas que o morro está tapando de mim e que eu nunca hei de poder ver” Guimarães Rosa. Na última segunda-feira assisti ao filme “La Cordillera de los Sueños“do cineasta chileno Patricio Guzmán. Inspirada por ele e por todas as montanhas que venho colecionando há […]

Leia Mais

Fique em casa – Ensaio Palavra-Imagem com Mariana Tassinari e Alberto Tassinari

O Ensaio Palavra-Imagem de hoje vem com pai e filha. Mariana Tassinari com seus desenhos tão característicos de casas, desta vez na série “Fique em casa” criados na última semana, a partir do anúncio da volta da fase vermelha do Plano São Paulo de contenção da Covid-19. E seu pai, Alberto Tassinari, com palavras de […]

Leia Mais

Encontros e desencontros – Ensaio Palavra-Imagem com Teté Ribeiro e Nan Goldin

Para esta edição do Ensaio Palavra-Imagem, convidei a jornalista Teté Ribeiro para se deixar atravessar pelas icônicas imagens da fotógrafa Nan Goldin. Teté é escritora, formada em Filosofia pela USP, autora dos livros “Minhas Duas Meninas” e “Divas Abandonadas” dentre outros . Atualmente, escreve sobre TV, cinema e livros na Folha, onde foi editora da […]

Leia Mais

O ventre da terra – um devaneio sobre a terra e suas camadas na Galeria Superfície

Passagem, Celeida Tostes, 1979

“O sonho da Terra é uma metamorfose. O que é pedra vira borboleta, o que é pau vira vento, o que é vapor vira chuva, as nuvens despencam em tempestade. Toda essa fantástica movimentação da vida é o sonho da Terra. É a transformação, a metamorfose.” Ailton Krenak em entrevista para o Instituto Humanitas Unisinos. […]

Leia Mais

Dança da terra, dança dos mártires – Ensaio Palavra-Imagem com Maria Saakyan e Tamar M. Boyadjian

frame do filme “The Lighthouse”de Maria Saakyan

Para esta edição do Ensaio Palavra-Imagem juntei, mais uma vez, duas armênias: uma da Rússia, outra do Líbano. Ambas artistas: Tamar M. Boyadjian da palavra, Maria Saakyan da imagem. Tamar M. Boyadjian, expert em poesia concreta em armênio ocidental (com forte influência da poesia concreta brasileira), publicou o livro de poesia concreta e experimental “ինչ […]

Leia Mais

Corações frescos e vermelhos – Ensaio Palavra-Imagem com Zabel Yesayan e Juliana M. Nersessian

Esta edição do Ensaio Palavra-Imagem traz duas mulheres armênias, de diferentes épocas, contextos e gerações. Zabel Yesayan(1878 – 1943), intelectual feminista que narrou, dentre outras coisas, os horrores dos massacres de armênios no Império Otomano durante a 1ª Guerra Mundial. Foi a única mulher entre os intelectuais armênios deportados no dia 24 de abril de […]

Leia Mais

Como desaparecer completamente – Ensaio Palavra-Imagem com Julia de Souza e Eugène Atget

O Entretempos está de volta depois de uns dias em terras armênias. E ele chega chegando com a delicadeza das palavras de Julia de Souza e das emblemáticas imagens de Eugène Atget. Julia, poeta paulistana, publicou “As durações da casa” (2019), “Gigante vermelha” (2016) e “Covil” (2013). Atget (1857-1927), francês, um dos grandes nomes da […]

Leia Mais